Você está aqui: Página Inicial / Internacional / Primeiro-ministro japonês diz que suas medidas econômicas são a 'única solução'

Internacional

Ásia

Primeiro-ministro japonês diz que suas medidas econômicas são a 'única solução'

por AFP — publicado 06/06/2013 12h08
Shinzo Abe adotou política de estímulo a gastos públicos para tirar o Japão da deflação e aumentar o crescimento
Toshifumi Kitamura/AFP
shinzo-abe.jpg-1260.html

Shinzo Abe em entrevista à AFP em sua residência oficial, em Tóquio

TÓQUIO (AFP) - O primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, disse nesta quinta-feira à AFP que as políticas econômicas que seu governo estimula "são a única solução" para reativar a economia nipônica, que considera o "motor" da atividade mundial. Segundo ele, o país "se recupera lentamente".

Na semana passada, o Fundo Monetário Internacional (FMI) elogiou a política econômica de Abe, mas pediu a adoção de reformas estruturais sob pena de incorrer em "riscos consideráveis" para a economia japonesa. "O Japão tem um problema de dívida acumulada. Se não conseguirmos vencer a deflação, não resolveremos este problema", disse o premier.

A dívida do país alcançou o valor recorde de 245% do PIB em 2013, segundo o FMI.

Há 15 anos, o arquipélago sofre com a deflação, um efeito pernicioso que desestimula os investimentos das empresas e leva os consumidores a adiar as compras.

Esta política econômica, uma mescla de flexibilidade orçamentária e monetária com um Banco Central que colocou em prática uma máquina de imprimir dinheiro, e uma "estratégia de crescimento" que deve ser definida, está sendo vigiada pelo exterior, em particular por uma Europa abalada pela recessão e pelo desemprego.

Abe declarou na quarta-feira 5 que é "hora de o Japão ser o motor da recuperação internacional".

Leia mais em AFP Movel.

registrado em: