Você está aqui: Página Inicial / Internacional / Primeiro-ministro apresenta renúncia de seu governo

Internacional

Holanda

Primeiro-ministro apresenta renúncia de seu governo

por AFP — publicado 23/04/2012 13h06, última modificação 06/06/2015 18h59
Mark Rutte não conseguiu negociar redução do déficit público com partido de ultradireita, que rompeu apoio à coligação do premier
holanda

©AFP / Georges Gobet Rutte havia declarado no sábado que parecia evidente a organização de eleições legislativas antecipadas

HAIA (AFP) - O primeiro-ministro holandês, Mark Rutte, decidiu apresentar a renúncia de seu governo minoritário de centro-direita após o fracasso das negociações sobre a redução do déficit público com o partido de ultradireita de Geert Wilders, anunciou nesta segunda-feira 23 a agência ANP.

O premier foi recebido às 14h (9h de Brasília) pela rainha Beatrix, chefe de Estado, a quem apresentou um informe sobre a situação política atual, indicou a agência de notícias holandesa.

As negociações sobre a redução do déficit público, iniciadas no dia 5 de março, fracassaram no sábado 21 depois que Wilders, líder do Partido da Liberdade (PVV), decidiu romper o acordo de apoio parlamentar estabelecido com o governo minoritário de Rutte desde outubro de 2010.

No sábado, Rutte havia declarado que parecia evidente a organização de eleições legislativas antecipadas.

As negociações entre o Partido Liberal (VVD) de Mark Rutte, o Partido Democrata Cristão (CDA) e o PVV de M. Wilders tinham por objetivo estabelecer um corte de gastos de 16 bilhões de euros em 2013 para respeitar as normas europeias de déficit públicos.

No entanto, Wilders negou-se a aprovar determinadas medidas que teriam amputado o poder aquisitivo dos holandeses.

O Partido da Liberdade, antieuropeu e islamófobo, apoiava o governo no parlamento, garantindo a ele uma maioria de 76 deputados sobre 150.

Mas no dia 21 de março um deputado renunciou ao PVV, deixando essa maioria incerta

Leia mais em AFP Movel.

registrado em: