Você está aqui: Página Inicial / Internacional / Popularidade de Cristina aumenta entre os argentinos

Internacional

Argentina

Popularidade de Cristina aumenta entre os argentinos

por Opera Mundi — publicado 05/01/2011 16h20, última modificação 05/01/2011 16h20
Com 60% de aprovação a presidente já é considera favorita na disputa pela reeleição este ano

Com 60% de aprovação a presidente já é considera favorita na disputa pela reeleição este ano
Por Thaís Romanelli*
O nível de popularidade da presidente da Argentina, Cristina Kirchner, aumentou chegando a 60%, o que a coloca como favorita na disputa presidencial deste ano. As informações foram divulgadas nesta terça-feira (04/01) pelo instituto argentino de pesquisa Poliarquia.
No final de 2010, Cristina alcançou a popularidade de 57%, de acordo com o site de notícias Prensa Latina. O aumento registrado na nova pesquisa se deu em razão dos investimento do governo nas áreas de direitos humanos, macroeconomia e direitos da criança e adolescente, segundo a pesquisa. Já a insegurança e a inflação foram apontados como principais pontos negativos da gestão.
Outra pesquisa, realizada pelo instituto Ibarómetro e publicado no jornal local El Tiempo em dezembro citam Cristina como a presidente com melhor imagem e intenção de voto para as próximas eleições de outubro. De acordo com os dados, 59,1% dos argentinos qualificou a gestão como "boa" ou "muito boa".
O aumento da popularidade de Cristina foi relacionado com a morte do ex-presidente e seu marido, Néstor Kirchner, pelo site de notícias SDP. Segundo o site, antes do dia 27 de outubro, quando Néstor morreu, Cristina se preparava para voltar a ocupar o cargo de primeira dama, já que as especulações indicavam a candidatura do ex-presidente. "Néstor encabeçava as intenções de voto com níveis de 35% a 40%, sem nenhum opositor se aproximando", afirmou o site.
Agora, a presidente, de 57 anos, tem o desafio de reforçar o modelo de governo iniciado por seu marido em 2003, depois da crise econômica que o país enfrentou. De acordo com o jornal El Tiempo, Cristina confimou sua intenção de participar da próxima disputa eleitoral.
* Matéria originalmente publicada no Opera Mundi

registrado em: