Você está aqui: Página Inicial / Internacional / Partido do ex-presidente da Tunísia é dissolvido por ordem judicial

Internacional

Tunísia

Partido do ex-presidente da Tunísia é dissolvido por ordem judicial

por Agência Brasil publicado 09/03/2011 10h47, última modificação 09/03/2011 10h47
Segundo Ben Ali, o partido tinha mais de 2 milhões de integrantes, dos 10 milhões de habitantes da Tunísia

Da Agência Lusa

O partido do ex-presidente da Tunísia Zine El Abidine Ben Ali foi dissolvido nesta quarta-feira 9 por ordens do tribunal de primeira instância de Tunes, a capital tunisiana. A legenda intitulada União Constitucional Democrática (RCD, sigla em inglês), além de ser dissolvida, teve os bens e fundos liquidados, por determinação judicial. Ben Ali deixou o poder no final de janeiro sob acusações de corrupção e violações de direitos humanos.

“O tribunal de primeira instância de Tunes decidiu dissolver a União Constitucional Democrática e liquidar os seus bens e fundo”, informou o Ministério das Finanças. A decisão foi anunciada em meio a manifestações nas ruas da capital.

Na semana passada, o tribunal examinou a ação interposta pelo Ministério do Interior e na qual era pedida “a dissolução da RCD e a expropriação dos seus bens no país e no exterior, adquiridos espoliando o dinheiro do povo”.

Segundo Ben Ali, o partido tinha mais de 2 milhões de integrantes, dos 10 milhões de habitantes da Tunísia. Os tunisinos exigiam a dissolução do partido, considerado o símbolo do Estado autoritário sob poder por 23 anos de regime de Ben Ali.

registrado em: