Você está aqui: Página Inicial / Internacional / Outra semana desperdiçada

Internacional

Crise do Euro

Outra semana desperdiçada

por Redação Carta Capital — publicado 24/08/2012 11h27, última modificação 06/06/2015 18h28
Merkel ignorou as súplicas do primeiro-ministro grego e suas advertências sobre o risco de "efeito dominó" caso a Grécia deixe o Euro
merkel

O apoio à posição pró-Zona do Euro de Merkel do presidente da União Social Cristã (CSU), influente defensor de uma abordagem linha-dura, é crucial para as relações entre os dois países. Foto: David Gannon / AFP

A Alemanha mostrou-se surda às súplicas do primeiro-ministro Antonis Samaras e às suas advertências sobre o risco de um “efeito dominó” caso a Grécia seja forçada a sair do euro.

Pela voz do ministro da Fazenda, dos chefes dos partidos da coalizão governista e da própria Angela Merkel, recusa-se a estender o prazo para Atenas cumprir metas de corte de gastos ou permitir que o BCE ajude a Espanha sem um pedido explícito de socorro e contrapartidas draconianas.

O presidente francês, François Hollande, embora defenda a ajuda à Espanha, parece não ser capaz de dobrar a resistência germânica.

As expectativas de uma destinação racional para os problemas europeus continuam a se frustrar, abrindo mais caminhos para oportunistas e extremistas políticos.