Você está aqui: Página Inicial / Internacional / Responsáveis por ataque a helicóptero estão mortos

Internacional

Afeganistão

Responsáveis por ataque a helicóptero estão mortos

por Redação Carta Capital — publicado 10/08/2011 15h43, última modificação 10/08/2011 16h01
Membros do Taleban responsáveis pelo maior número de mortes de soldados americanos desde o início da guerra foram mortos em ação da OTAN

A OTAN, organização do tratado dos países do Atlântico Norte, declarou que membros do Taleban suspeitos de envolvimento no ataque ao helicóptero americano, que causou a morte de 30 militares americanos e 8 afegãos, foram mortos em uma ação no início da semana. A operação matou, inclusive, o líder local Mullah Mohibullah, que teria coordenado a ofensiva.

A ação foi confirmada pelo General John Allen, comandante das forças americanas no Afeganistão. A queda do helicóptero Chinook foi a pior perda para a OTAN, desde o início da guerra há quase dez anos.

Dos mortos, 22 faziam parte do Seal, força de elite da Marinha dos EUA, responsável pela morte de Osama Bin Laden no início do ano. Até então, o ataque mais violento tinha sido em 2005, quando 16 soldados foram mortos.

O veículo teria sido abatido por um disparo de foguete. Há algumas semanas, a Otan começou a passar o controle do país para as forças de segurança afegãs. Além disso, a Organização intensificou as operações por terra, visando recuperar territórios ocupados pelo grupo extremista, o que implica em maior número de perdas. O ataque ao helicóptero ocorreu pouco tempo depois de uma operação padrão contra insurgentes talebans.

Integrantes das Forças Armadas dos Estados Unidos temem que uma saída rápida das tropas possa fortalecer o grupo, de modo similar ao que ocorreu na década de 80, quando os EUA saíram do país.

registrado em: