Você está aqui: Página Inicial / Internacional / Obama pressiona Romney antes do primeiro debate

Internacional

Estados Unidos

Obama pressiona Romney antes do primeiro debate

por AFP — publicado 01/10/2012 15h31, última modificação 01/10/2012 15h31
O presidente democrata e o candidato republicano fazem o primeiro de três debates da campanha nesta quarta-feira
photo_1349107990920-1-0

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, sorri na Casa Branca, em Washington, em 30 de setembro. Foto: Saul Loeb / AFP

LAS VEGAS (AFP) - O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, começou a se concentrar nesta segunda-feira 1º para o primeiro debate com o rival republicano, Mitt Romney, e afirmou que a controvérsia será sobre a segurança dos americanos que trabalham duro e não entre quem tem a melhor retórica. Antes de seguir para um resort no deserto de Nevada com o objetivo de se preparar para o debate, Obama aumentou a pressão sobre o adversário, que busca dar um giro na campanha antes do embate de quarta-feira.

"A imprensa já está especulando sobre quem terá as melhores frases... sobre quem vai conquistar mais pontos", disse Obama no domingo em um discurso para 11.000 pessoas no bairro latino de Las Vegas. "O governador Romney é um bom debatedor... eu sou apenas ok", completou Obama, que viu sua popularidade aumentar nas já tradicionais especulações prévias aos grandes debates.

Obama tenta fazer que o encontro de quarta-feira, o primeiro de três debates entre os candidatos à presidência, estabeleça um contraste entre um político com conteúdo (ele) e outro com estilo (Romney), e tenta apresentar-se como o 'campeão' da deteriorada classe média. "O que mais me preocupa é manter uma discussão séria sobre o que precisamos fazer para manter o país em marcha e restaurar a segurança dos americanos que trabalham duro", afirmou Obama. "Isto é o que as pessoas esperam ouvir, este é o debate que vocês merecem", completou o presidente.

O republicano Rommey e o democrata Obama terão o primeiro debate na quarta-feira à noite em Denver, Colorado. Outros dois encontros acontecerão nas cinco semanas de campanha que restam antes da eleição de 6 de novembro.

Durante a preparação para o primeiro debate, Obama é assessorado por uma equipe de conselheiros em comunicação e política. Também recebeu a ajuda do senador democrata de Massachusetts e ex-candidato presidencial John Kerry, que desempenhou o papel de Romney em uma simulação de debate.

Obama supera atualmente por cinco pontos o republicano nas intenções de voto, segundo a pesquisa mais recente do instituto Gallup em todo o país e em vários estados-chave. Uma pesquisa The Washington Post/ABC News divulgada nesta segunda-feira mostra Obama com 49% e Romney com 47% em nível nacional, mas com 52% contra 41% entre os eleitores dos estados indecisos. Na mesma pesquisa, 55% dos entrevistados afirmaram acreditar que Obama será melhor no primeiro debate, enquanto apenas 35% apostam em Romney.

Leia mais em AFP Movil