Você está aqui: Página Inicial / Internacional / Número de refugiados sírios dobrou em três meses

Internacional

Guerra na Síria

Número de refugiados sírios dobrou em três meses

por AFP — publicado 23/11/2012 13h42, última modificação 06/06/2015 19h24
Segundo o ACNUR, 440 mil pessoas foram forçadas a deixar o país por causa do conflito interno
siria

Campo de refugiados de Domiz, no Iraque, que abriga curdos sírios, em 10 de novembro. Foto: Safin Hamed/AFP

GENEBRA (AFP) - O número de refugiados sírios inscritos no Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) dobrou desde o início de setembro, chegando a mais de 440 mil pessoas, embora outras "centenas de milhares" não estejam computadas, afirmou nesta sexta-feira 23 um porta-voz da organização.

"Na região, o número de refugiados sírios chega agora a 442.256 mil, um aumento de mais de 213 mil desde o início de setembro", declarou o porta-voz Adrian Edwards.

"E estes números não incluem os centenas de milhares de outros sírios que não se registraram", disse.

Dos 440 mil refugiados, o ACNUR contabiliza 127.420 no Líbano, 125.670 na Jordânia, 123.747 na Turquia, 55.685 no Iraque e 9.734 em vários países do norte da África.

O órgão da ONU também distribui ajuda para cerca de 500 mil pessoas na Síria.

A ONU acredita que cerca de 2,5 milhões de sírios precisam de ajuda no país, mas esta estimativa é difícil de ser comprovada, já que 95% dos deslocados estão em casas de familiares.

O conflito sírio deixou em 20 meses mais de 40 mil mortos, segundo uma ONG síria.