Você está aqui: Página Inicial / Internacional / Morre ex-campeão mundial de boxe Joe Frazier

Internacional

Esporte

Morre ex-campeão mundial de boxe Joe Frazier

por AFP — publicado 08/11/2011 10h26, última modificação 08/11/2011 10h26
Joe Frazier foi o primeiro homem a derrotar Mohammed Ali, conquistando o título dos pesos pesados por decisão unânime dos árbitros após um combate de 15 rounds em 1971
Joe Frazier foi o primeiro homem a derrotar Mohammed Ali, conquistando o título dos pesos pesados por decisão unânime dos árbitros após um combate de 15 rounds em 1971. Foto: Arquivo/AFP

Joe Frazier foi o primeiro homem a derrotar Mohammed Ali, conquistando o título dos pesos pesados por decisão unânime dos árbitros após um combate de 15 rounds em 1971. Foto: Arquivo/AFP

FILADELFIA, EUA, 8 Nov 2011 (AFP) - O ex-campeão mundial dos pesos pesados Joe Frazier faleceu na segunda-feira aos 67 anos, vítima de um tumor de fígado, anunciou sua família em um comunicado.

No sábado, o jornal New York Post informou que o ex-pugilista sofria de câncer de fígado em estado avançado.

Joe Frazier foi o primeiro homem a derrotar Mohammed Ali, conquistando o título dos pesos pesados por decisão unânime dos árbitros após um combate de 15 rounds em 1971, no Madison Square Garden, de Nova York. O evento foi chamado de "luta do século".

Depois, Frazier perdeu duas vezes seguidas para Ali em 1974 e 1975.

Frazier iniciou a carreira com 29 vitórias consecutivas. O americano conquistou o primeiro cinturão de campeão do mundo dos pesados em 1970 ao derrotar Jimmy Ellis em cinco assaltos.

Em 1976, Joe 'Smokin' Frazier voltou a disputar o título mundial contra o compatriota George Foreman, mas foi derrubado duas vezes antes da luta ser interrompida no quinto round. Frazier voltou a ser derrotado por Foreman em 1976.

O americano disputou a última luta em 1981, aos 37 anos. Ao abandonar o boxe, entrou para o mundo da música e formou o grupo "The Knockouts".

No domingo, Mohammed Ali afirmou que estava rezando pelo antigo rival.

"As notícias sobre Joe são difíceis de acreditar e ainda mais difíceis de aceitar. Joe é um lutador e um campeão, e eu rezo para que esteja lutando agora", afirmou em um comunicado.

registrado em: