Você está aqui: Página Inicial / Internacional / Criticado por arrogância e descaso, Ministro da Reconstrução renuncia

Internacional

Japão

Criticado por arrogância e descaso, Ministro da Reconstrução renuncia

por Agência Brasil publicado 05/07/2011 10h27, última modificação 05/07/2011 10h29
Ryu Matsumoto, pediu demissão do cargo. Ele estava há apenas 9 dias na pasta, criada especialmente para gerir a reconstrução das áreas afetadas pela tragédia

Da Agência Lusa

O ministro da Reconstrução do Japão, Ryu Matsumoto, pediu hoje 5 demissão do cargo. Pressionado por críticas de que sua atuação foi insuficiente para atender às demandas das regiões afetadas pelo terremoto seguido por tsunami, em 11 de março. Matsumoto se reuniu com o primeiro-ministro japonês, Naoto Kan, e entregou a carta de renúncia.

Matsumoto estava apenas há nove dias no cargo, antes ele era ministro do Ambiente. Durante reuniões com representantes das cidades de Miyagi e Iwate, duas das regiões mais afetadas pelo tsunami, o ministro fez declarações consideradas frias e arrogantes, segundo analistas.

“O governo ajudará [os municípios] com ideias, mas não ajudará os que não as tiverem [propostas]”, disse Matsumoto, nas reuniões com as autoridades locais, gerando críticas. Antes, porém, ele causou mal-estar porque uma das autoridades o fez esperar.  “Quando um hóspede chega, tem de estar presente”.

Matsumoto, de 61 anos, foi nomeado em 27 de junho pelo primeiro-ministro japonês para ocupar o cargo de ministro da Reconstrução, uma pasta especialmente criada para gerir a reconstrução das áreas afetadas pelo terremoto seguido por tsunami.

*Matéria publicada originalmente em Agência Brasil

registrado em: