Você está aqui: Página Inicial / Internacional / Mineiros do Chile podem ser resgatados antes do previsto

Internacional

Chile

Mineiros do Chile podem ser resgatados antes do previsto

por Opera Mundi — publicado 12/10/2010 12h54, última modificação 12/10/2010 12h54
Avanço nos preparativos pode antecipar resgate, diz equipe

Os operários responsáveis pelo resgate dos 33 mineradores que desde o dia 5 de agosto estão soterrados a 700 metros de profundidade em uma mina no norte do Chile disseram hoje (12/10) que o procedimento poderá ser adiantado em algumas horas.

O ministro ministro chileno de Mineração, Laurence Golborne, afirmou ontem que o resgate começaria à 0h de quarta-feira (horário de Brasília), mas devido ao avanço dos preparativos, os encarregados pela operação informaram que os trabalhos poderão ser iniciados por volta das 20h desta terça-feira.

Nas próximas horas, segundo as fontes, será feito o último teste da cápsula "Fênix", que evacuará os 33 trabalhadores. Se tudo ocorrer com normalidade, os quatro membros da equipe de resgate, dois mineradores e dois enfermeiros, que ajudarão os mineradores na manobra de entrar na cápsula poderão descer até o local onde os trabalhadores estão.

De acordo com o ministro da Saúde, Jaime Mañalich, enquanto isso, os mineradores presos trabalham na galeria na instalação de uma plataforma para poder alcançar com comodidade a cápsula.

Há uma grande expectativa do Chile e do mundo em relação a operação. Além dos familiares dos trabalhadores - que estão instalados no improvisado acampamento Esperança -, estima-se que mais de dois mil jornalistas locais e estrangeiros estejam nas proximidades da mina para receber os mineiros.

Desmoronamento - Em 5 de agosto, um desmoronamento na mina San José deixou 33 trabalhadores presos em uma galeria a quase 700 m de profundidade. Após 17 dias, as equipes de resgate conseguiram contato com o grupo e descobriram que estavam todos vivos por meio de um bilhete enviado à superfície. A partir daí, começou a operação para retirá-los da mina em segurança.

A escavação do duto que alcançou os mineiros durou 33 dias. O processo terminou no sábado, quando os martelos das perfuradoras chegaram até o abrigo onde eles estão. Concluída esta etapa, as equipes de resgate decidiram revestir o duto - ainda que parcialmente - para aumentar a segurança antes de retirá-los.

A cápsula Fênix, que será usada para içar os mineiros, tem 53 cm de diâmetro. Todo trajeto de subida durará cerca de 15 minutos, apesar de a operação de saída levar cerca de uma hora para cada mineiro. Durante todo o percurso de subida, eles terão suas condições de saúde monitoradas, usarão tubos de oxigênio e se comunicarão com as equipes da superfície por meio de microfones instalados nos capacetes.

*Matéria originalmente publicada no Opera Mundi

registrado em: