Você está aqui: Página Inicial / Internacional / Kaddafi vendeu mais de 20% das reservas de ouro da Líbia

Internacional

Guerra

Kaddafi vendeu mais de 20% das reservas de ouro da Líbia

por Agência Brasil publicado 08/09/2011 10h02, última modificação 08/09/2011 10h03
De acordo com antigos colaboradores de Kaddafi, com o dinheiro da venda do ouro o líder pretende pagar por segurança

Renata Giraldi*

Brasília – Nos últimos dias, o presidente da Líbia, Muammar Kaddafi, vendeu mais de 20% das reservas de ouro do país. A informação foi confirmada pelo presidente do Banco Central líbio, Qassem Azzoz, baseada em dados do final de agosto. Segundo Azzoz, o total dos bens do Banco Central é 115 bilhões de dólares, dos quais 90 bilhões estão no exterior.

De acordo com antigos colaboradores de Kaddafi, com o dinheiro da venda do ouro o líder pretende pagar por segurança. Não há detalhes sobre essa intenção. O cerco ao presidente está cada vez mais fechado, pois a maior parte da Líbia está sob o comando da oposição.

Kaddafi está desaparecido desde que a opositores ocuparam Trípoli, a capital líbia. Mas na quarta-feira 7 a voz dele foi transmitida por uma emissora de televisão da síria. Na entrevista, o líder negou que tenha fugido para o Níger e prometeu manter-se em combate.

Porém, a mulher de Kaddafi e três de seus filhos pediram abrigo na Argélia. Dois dias depois de a família chegar ao país vizinho à Líbia, Aisha, filha de Kaddafi, deu à luz o quarto filho – uma menina. O governo argelino argumentou que abrigou a família por “razões humanitárias”.
*Matéria originalmente publicada em Agência Brasil

registrado em: