Você está aqui: Página Inicial / Internacional / Julian Assange acredita que será eleito senador na Austrália

Internacional

WikiLeaks

Julian Assange acredita que será eleito senador na Austrália

por AFP — publicado 12/04/2013 10h37, última modificação 12/04/2013 10h37
Refugiado na embaixada do Equador em Londres, fundador do WikiLeaks teria 27% das intenções de voto
Assange (1)

O fundador do Wikileaks, Julian Assange. Foto: Geoff Caddick/AFP

WASHINGTON (AFP) - O fundador do site WikiLeaks, Julian Assange, que permanece refugiado na embaixada do Equador em Londres, fez uma avaliação otimista de suas possibilidades de ser eleito para o senado da Austrália.

Falando por telefone na pré-estreia "Underground", um filme australiano sobre seus jovens dias de hacker, citou uma pesquisa que dá a ele 27% das intenções de voto nas eleições de 14 de setembro.

"As principais bolsas de aposta colocam minhas chances mais alto que as do governo australiano", afirmou Assange aos espectadores na abertura do Filmfest DC em Washington.

O WikiLeaks planeja lançar candidatos à eleição, enquanto Assange tenta impedir que Londres o extradite para a Suécia por um processo de suposto estupro e agressão sexual.

Ele está na embaixada do Equador desde junho de 2012, pois o governo britânico se nega a dar salvoconduto para que ele imigre ao país sul-americano.

Leia mais em AFP Movel.

registrado em: