Você está aqui: Página Inicial / Internacional / Irã inaugura duas minas e novo complexo de produção de urânio

Internacional

Programa nuclear

Irã inaugura duas minas e novo complexo de produção de urânio

por AFP — publicado 09/04/2013 10h18, última modificação 09/04/2013 10h18
As minas fornecerão urânio a um novo complexo de processamento do minério na região central do país. O empreendimento simboliza mais um avanço do polêmico programa nuclear de Teerã
Irã

Concentrado de urânio (Yellow cake) usado no centro de processamento de Isfahan em 2007. Foto: ©afp.com / Behrouz Mehri

TEERÃ (AFP) - O Irã inaugurou nesta terça-feira 9 duas minas que fornecerão urânio a um novo complexo de processamento do minério na província de Yazd, região central do país. A inauguração é um novo passo do polêmico programa nuclear de Teerã.

As duas minas ficam em Sagand, a 100 km do novo complexo construído em Ardakan, com uma capacidade de produção anual de 60 toneladas de concentrado de urânio, segundo a televisão estatal.

A partir do concentrado é possível transformá-lo, posteriormente, em minério de urânio, destinado a produzir gás UF6. Mais tarde, este gás é processado em centrífugas para enriquecer o urânio.

O Irã anunciou há uma década a descoberta das minas de Sagand, mas segundo especialistas o minério de ambas é de péssima qualidade.

"No passado, dependíamos do exterior para receber material, mas graças a Deus inauguramos uma mina depois da outra. Agora controlamos a cadeia completa de produção de energia nuclear", declarou o presidente Mahmud Ahmadinejad em um discurso exibido ao vivo pela televisão.

Nos anos 70, o Irã, então governado pelo xá, comprou 600 toneladas de concentrado de urânio ("yellow cake") da África do Sul.

Leia mais em .

registrado em: