Você está aqui: Página Inicial / Internacional / Irã expulsa diplomata acusado de abuso sexual

Internacional

Brasília

Irã expulsa diplomata acusado de abuso sexual

por Redação Carta Capital — publicado 21/05/2012 18h16, última modificação 21/05/2012 18h16
Hekmatollah Ghorbani foi demitido do Ministérios das Relações Exteriores do Irã após acusações de molestar quatro meninas
photo_1337619393650-1-0

Imagem mostra a entrada da embaixada do Irã em Brasília. Foto: Evaristo Sá / AFP

O Irã anunciou nesta segunda-feira 21 a expulsão do diplomata Hekmatollah Ghorbani de seu Ministério das Relações Exteriores. Ghorbani é acusado de abusar sexualmente de quatro meninas, de idades entre 9 e 15 anos, na piscina de um clube em Brasília, e voltou para o Irã após o surgimento do escândalo.

"Após uma investigação sobre as infrações do funcionário da embaixada da República Islâmica no Brasil, foi concluído que seu comportamento era contrário ao regulamento administrativo e à conduta profissional e islâmica", afirmou o governo do Irã em um comunicado. "Por esse motivo, foi condenado à expulsão do Ministério de Relações Exteriores", acrescentou o comunicado.

Segundo a imprensa brasileira, o diplomata, que tem 51 anos e é casado, foi acusado de ter acariciado quatro meninas, todas entre 9 e 15 anos, na piscina de um exclusivo clube de Brasília em meados de abril. Segundo testemunhas, ele teria tocado as partes íntimas das meninas. O homem foi detido por uma denúncia dos pais de uma menina, mas a polícia teve que liberá-lo depois do interrogatório, seguindo a Convenção de Viena, que protege os diplomatas. As famílias das meninas quiseram linchar o diplomata, que conseguiu escapar graças à intervenção dos seguranças do clube.

Inicialmente, a embaixada do Irã em Brasília afirmou que o assunto foi apenas "um mal entendido devido às diferenças culturais de comportamento". Depois que o Brasil pediu uma punição firme ao diplomata, entretanto, o Irã prometeu investigar o caso seriamente.

* Com informações da AFP e da Agência Brasil

registrado em: ,