Você está aqui: Página Inicial / Internacional / Inflação mundial dos alimentos jogou 44 milhões na pobreza

Internacional

Alerta

Inflação mundial dos alimentos jogou 44 milhões na pobreza

por Redação Carta Capital — publicado 15/02/2011 16h14, última modificação 15/02/2011 16h18
O presidente do Banco Mundial, Robert Zoellick, apresentou relatório mostrando que os preços subiram 29% em 2010, e a tendência é de continuarem a aumentar. Da Redação

A inflação mundial dos preços de alimentos empurrou 44 milhões de pessoas para a linha de pobreza extrema desde junho do ano passado. O número foi divulgado nesta terça-feira 15 pelo presidente do Banco Mundial, Robert Zoellick. A alta dos preços chegou a "níveis perigosos", afirmou o presidente do banco em coletiva à imprensa.

Zoellick apresentou um novo relatório do Banco Mundial mostrando que a inflação de produtos alimentícios foi de 29% em 2010. Os níveis mais alarmantes foram os de milho, trigo e óleos, e a expectativa é de que os preços continuem subindo nos próximos anos.

Entre os principais fatores para a alta dos preços, Zoellick aponta os desequilíbrios climáticos. "A frequência de eventos relacionados ao clima durante o último ano e seu impacto nos preços da comida ressaltam a vulnerabilidade dos pobres diante das mudanças climáticas", concluiu.

registrado em: