Você está aqui: Página Inicial / Internacional / França e Reino Unido convocam embaixadores de Israel para explicações

Internacional

França e Reino Unido convocam embaixadores de Israel para explicações

por AFP — publicado 03/12/2012 09h33, última modificação 06/06/2015 19h24
Os embaixadores tiveram que explicar o anúncio da construção de novas colônias na Cisjordânia e em Jerusalém, um dia após a Palestina ter conquistado o status de Estado observador não membro da ONU

PARIS (AFP) - Os embaixadores de Israel na França e no Reino Unido foram convocados nesta segunda-feira 3 para falar sobre o projeto de novas colônias israelenses em Jerusalém e na Cisjordânia.

A embaixada de Israel na França comunicou que seu embaixador, Yossi Gal, foi convocado pelo ministério francês das Relações Exteriores. O ministério francês, porém, não confirmou a informação, mas destacou que estava estudando os meios de "marcar a desaprovação" ao projeto.

Já no Reino Unido, o embaixador israelense, Daniel Taub, foi convocado em Londres para apresentar explicações sobre o projeto anunciado na sexta-feira de construção de 3 mil casas em Jerusalém Leste e na Cisjordânia. Taub foi convocado para uma reunião no Foreign Office com o secretário de Estado para o Oriente Médio, Alistair Burt.

Israel anunciou o projeto  de construção de 3 mil moradias na sexta-feira 30, um dia depois da Assembleia Geral da ONU ter concedido à Palestina o status de Estado observador não membro. Esta, no entanto, não foi a única retaliação do governo de Israel. No domingo 2, o ministro das Finanças, Yuval Steinitz, informou que Israel não irá mais transferir para os palestinos os fundos arrecadados no mês de dezembro com impostos.

Leia mais em AFP Movel.