Você está aqui: Página Inicial / Internacional / Forças anti-Kadafi estão a poucos quilômetros de Trípoli

Internacional

Cercado

Forças anti-Kadafi estão a poucos quilômetros de Trípoli

por Agência Brasil publicado 21/08/2011 11h28, última modificação 06/06/2015 18h16
Tropas rebeldes avançam em diferentes frentes e devem chegar à capital da Líbia e feudo do general na noite de domingo 21

Da BBC Brasil

Brasília – Os rebeldes que lutam contra o regime de Muammar Kadafi estão a poucos quilômetros de Trípoli, a capital líbia, e esperam chegar em peso à cidade neste domingo 21 à noite. Disparos e explosões foram ouvidos na capital líbia hoje de manhã, mas Kadafi fez um pronunciamento na TV afirmando que os rebeldes, a quem chamou de ratos, haviam sido eliminados em Trípoli.

No sábado 20, os combatentes anti-Kadafi conquistaram regiões importantes do país que, até pouco tempo, eram controladas pelo governo. Uma delas foi a cidade de Zawiya, que fica 50 quilômetros a oeste de Trípoli. Um grupo de militantes, que partiu hoje de Zawiya com destino a Trípoli, conquistou Jaddayim, uma pequena cidade e a primeira no caminho rumo à capital. Eles também assumiram o controle da cidade de Zlitan, 160 quilômetros a leste de Trípoli.

Os ativistas contrários ao regime estão avançando em diferentes frentes, pelo leste, sul e oeste. Navios de guerra da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) estão controlando o acesso ao mar.

Forças leais ao governo combatem os rebeldes na cidade portuária de Brega, que abriga uma das principais reservas de petróleo do país. Os militantes admitiram que foram obrigados a recuar da zona industrial da cidade, após terem sofrido um pesado bombardeio.

Em Trípoli, tiros foram ouvidos ao longo de toda a noite de sábado, assim como explosões. Um porta-voz do governo atribuiu os disparos e estampidos a pequenos grupos de gangues armadas. Rebeldes dizem que soldados pró-Kadafi baseados na cidade abandonaram seus postos e se juntaram a eles.

Muammar Kadafi ainda dispõe de forte apoio em Trípoli e homens e mulheres receberam armas e treinamento nas últimas semanas. Postos de controle também foram montados em diferentes partes da cidade.

*Publicado originalmente em Agência Brasil.

registrado em: ,