Você está aqui: Página Inicial / Internacional / FBI ainda não tem suspeitos de autoria do atentado em Boston

Internacional

Terror

FBI ainda não tem suspeitos de autoria do atentado em Boston

por Redação Carta Capital — publicado 16/04/2013 11h45, última modificação 16/04/2013 11h45
Autoridades dos EUA pedem que a população faça denúncias de atividades suspeitas para contribuir com a investigação
Boston Deals With Aftermath Of Marathon Explosions

Integrante da Guarda Nacional dos EUA faz a segurança de um bloqueio em uma das ruas nas cercanias de onde ocorreu a explosão. A investigação deve demorar alguns dias. Foto: Spencer Platt / Getty Images / AFP

As autoridades norte-americanas ainda não têm informações sobre os responsáveis pelo duplo atentado de segunda-feira 15, na linha de chegada da Maratona de Boston, que deixou três mortos e mais de 140 feridos, muitos deles de forma grave. Cerca de 18 horas após os ataques, nenhum grupo ou indivíduo assumiu a autoria do atentado.

A investigação está sendo comandada pelo FBI, a polícia federal dos EUA. Rick Deslauriers, o agente especial do FBI a cargo do caso, informou que não há suspeitos detidos ou alerta de novas ameaças em Boston ou outras cidades norte-americanas. Segundo Deslauriers, um dos principais focos da investigação são as câmeras de segurança da região onde as explosões ocorreram. A polícia local de Boston afirma que é um desafio logístico verificar todas as câmeras, mas todos os vídeos já estão sob segurança e serão vistos na íntegra. Ainda segundo a polícia local, a cena do crime "é a mais complexa da história do departamento".

Diversas das autoridades que participaram da entrevista coletiva salientaram a importância de os cidadãos fazerem denúncias a respeito de possíveis suspeitos. Segundo os policiais, dados que, sozinhos, parecem irrelevantes, podem ajudar a completar a investigação.

A senadora Elizabeth Warren, do Estado de Massachusetts, onde fica Boston, está na cidade e usou seu tempo na entrevista coletiva para garantir que o presidente Barack Obama, seu correligionário no Partido Democrata, colocou à disposição do Estado e da cidade todos os recursos federais disponíveis.

O número de mortos no atentado continua em três. Um deles é Martin Richard, garoto de oito anos que aguardava o pai na linha de chegada da maratona. A mãe e a irmã, que estavam com ele, ficaram feridas. Os nomes das duas outras vítimas ainda não foram divulgados pelas autoridades.

Segundo os médicos dos hospitais da região, muitos dos feridos têm "ferimentos combinados" (no ossos, nos vasos sanguíneos e na pele) na região pernas. É um indício de que os explosivos estavam depositados no chão. Segundo as primeiras informações, as bombas foram montadas de forma a espalhar estilhaços, o que ampliou o número de feridos e a gravidade dos ferimentos.