Você está aqui: Página Inicial / Internacional / Explosão em metrô de Minsk mata 12 na Bielorússia

Internacional

Europa

Explosão em metrô de Minsk mata 12 na Bielorússia

por Redação Carta Capital — publicado 11/04/2011 18h02, última modificação 12/04/2011 10h24
Autoridades afirmam tratar-se de atentado. Fato ocorre meses depois de turbulento processo eleitoral
Explosão em Minsk mata ao menos 11

Autoridades afirmam tratar-se de atentado. Fato ocorre meses depois de turbulento processo eleitoral. Da Redação. Foto: Sergey Balay/AFP

Autoridades afirmam tratar-se de atentado. Fato ocorre meses depois de turbulento processo eleitoral

Uma explosão ocorrida no metrô de Minsk, capital da ex-república soviética Bielorússia, matou ao menos 12 pessoas e feriu mais de cem nesta segunda-feira 11. O governo do país confirmou tratar-se de um atentado terrorista.

A explosão ocorreu por volta das 18 horas (horário local) na estação de Oktiábraskaya, que conecta as duas linhas de metrô da capital e está a apenas cem metro da residência do presidente do país, Alexander Lukashenko, no poder desde 1994. O mandatário, segundo o jornal espanhol El País, não descartou que o atentado tenha sido organizado no exterior. Lukashenko aceitou a ajuda oferecida pelo presidente russo, Dmitri Medvédev.

Segundo Victor Sirenko, chefe da clínica de atendimento de emergências da cidade, 35 vítimas foram hospitalizadas e muitos feridos pernas, braços e mãos amputados.

A explosão acontece em um período de convulsão na política bielorussa. Em dezembro, Lukashenko foi reeleito pela quarta vez para o executivo, com mais de 80% dos votos. A oposição denunciou fraude e sete dos candidatos que disputavam o pleito contra o presidente foram presos.

registrado em: