Você está aqui: Página Inicial / Internacional / Explosão deixa dezenas de mortos no principal aeroporto de Moscou

Internacional

Rússia

Explosão deixa dezenas de mortos no principal aeroporto de Moscou

por Opera Mundi — publicado 24/01/2011 18h43, última modificação 24/01/2011 18h43
Pelo menos 35 pessoas morreram e 100 ficaram feridas em uma explosão nesta segunda-feira 24, no aeroporto internacional de Domodedovo. Autoridades russas afirmaram que se trata de uma ação terrorista. Por Sandro Fernandes

Por Sandro Fernandes, de Moscou*

Pelo menos 35 pessoas morreram e 100 ficaram feridas em uma explosão nesta segunda-feira 24, no aeroporto internacional de Domodedovo, em Moscou, informou o Ministério da Saúde da Rússia. Autoridades russas afirmaram que se trata de uma ação terrorista.

Não é a primeira vez que o aeroporto Domodedovo e alvo de um atentado terrorista. Em 2004, dois tchetchenos explodiram dois avioes no mesmo aeroporto, provocando a morte de 90 pessoas.

"O Comitê de Instrução (CI) qualificou a explosão em Domodedovo como atentado terrorista", informou o porta-voz da instituição, Vladimir Markin.

O presidente russo Dmitri Medvedev defendeu punição àqueles que estiverem por trás da explosão. "A segurança será reforçada na região dos principais meios de transporte. Lamentamos as vítimas do ataque terrorista no aeroporto de Domodedovo. Os autores serão perseguidos e punidos", escreveu Medvedev no Twitter.

"Não sei quando este inferno vai acabar. Agora voltamos ao clima de desconfiança nas ruas, ao medo de sair de casa", declarou ao Opera Mundi a gerente administrativa Svetlana Salikova.

Depois da explosão, a polícia elevou o nível de vigilância dos aeroportos e do metrô de Moscou. O aeroporto de Sheremetyevo, também em Moscou, e o de Pulkvo, em São Petersburgo, reforçaram suas medidas de seguranca. Os voos que estavam previstos para o aeroporto de Domodedovo, o maior do país, foram desviados para o Sheremetyevo.

"Já me pararam duas vezes no metrô na última hora. Somente pelo fato de não ser eslavo. Segurança e preconceito andam juntos aqui na Rússia", contou indignado o estudante francês, Jerome Letoune.

A explosão ocorreu por volta das 16h40 locais (11h40 de Brasília) no terminal de desembarque internacional, segundo um policial ouvido pela agência de notícias russa Interfax.

O aeroporto de Domodedovo, um dos quatro da capital russa, suspendeu imediatamente a chegada de vários voos internacionais. No terminal, que teve que ser fechado em dezembro do ano passado após um corte de energia elétrica, operam 76 companhias russas e estrangeiras.

O trem Domodedovo Express, que leva os passageiros do aeroporto até o centro da capital russa, continua funcionando normalmente. O serviço, que normalmente custa 300 rublos (17 reais), hoje é gratuito. Os taxistas resolveram aproveitar a oportunidade para cobrar mais pela corrida ate o aeroporto. Em vez dos usuais 1800 rublos (100 reais), a corrida de 40km hoje está custando até 20.000 rublos (1.120 reais).

*Publicada originalmente no Opera Mundi

registrado em: