Você está aqui: Página Inicial / Internacional / Exército egípcio começa a retirar as barricadas da Praça Tahrir

Internacional

Egito

Exército egípcio começa a retirar as barricadas da Praça Tahrir

por Opera Mundi — publicado 12/02/2011 05h41, última modificação 13/02/2011 09h05
Mubarak continua no país, no palácio no resort de Sharm el-Sheikh, no Mar Vermelho, sob forte esquema de segurança do Exército. Do Opera Mundi

No dia seguinte à renúncia do ditador Hosni Mubarak, o Exército do Egito iniciou a retirada das barricadas da Praça Tahrir do Cairo, epicentro das manifestações.

Os militares iniciaram a retirada das barricadas neste sábado 12 ao lado do Museu Nacional egípcio, na entrada norte da praça. O Exército também retirava das ruas os carros queimados nos confrontos entre as forças de segurança e os manifestantes pró e contrários a Mubarak.

Alguns civis colaboravam na limpeza da praça, segundo a agência de notícias Efe. Milhares de manifestantes passaram a noite nas ruas, comemorando a saída do presidente.

Os tanques do Exército posicionados nas ruas e avenidas que levam à Praça Tahrir foram deslocados para liberar a passagem. Segundo a BBC, o Exército garantiu que suspenderá o estado de emergência.

Com a saída de Mubarak, o país está sob um governo provisório, comandado por uma junta militar liderada pelo atual ministro da Defesa, marechal Tantawi, de 79 anos.

Com os militares no poder provisoriamente, a expectativa é que sejam abertas as negociações com a oposição para o restabelecimento da democracia no país. A junta militar deve reunir oficiais das três Forças Armadas (Exército, Marinha e Aeronáutica).

Mubarak continua no país com sua família, em seu palácio no resort de Sharm el-Sheikh, no Mar Vermelho, sob forte esquema de segurança montado pelo Exército.

Ainda não se sabe se ele permanecerá no Egito. Também é incerto o futuro do vice-presidente, Omar Suleiman.

*Matéria publicada originalmente no Opera Mundi

registrado em: ,