Você está aqui: Página Inicial / Internacional / Exército congolês 'bombardeou deliberadamente Ruanda'

Internacional

África

Exército congolês 'bombardeou deliberadamente Ruanda'

por AFP — publicado 19/11/2012 15h08, última modificação 19/11/2012 15h08
Os ataques deixaram três feridos em meio à população civil, de acordo com um general

O governo militar da República Democrática do Congo (RDC) bombardeou "deliberadamente" Ruanda nesta segunda-feira, disse à AFP o porta-voz do Exército ruandês, general Joseph Nzabamwita.

Em Goma, o porta-voz do Exército congolês, coronel Olivier Hamuli, afirmou à AFP "que não deu qualquer ordem de disparo na direção de Ruanda".

"As Forças Armadas da RDC bombardearam deliberadamente Ruanda, utilizando um tanque T55 e morteiros" na região do aeroporto de Gisenyi, na cidade fronteiriça de Goma, capital da província congolesa de Kivu Norte, conquistada pelos rebeldes congoleses do movimento M23 neste fim de semana.

Também foram efetuados disparos na direção do Monte Rubavu, também na região de Gisenyi, acrescentou.

Os ataques deixaram três feridos em meio à população civil, de acordo com o general Nzabamwita.

"Ruanda manterá a calma por enquanto" e continuará a acompanhar a situação, disse.

"Uma investigação está em andamento; se isso ocorreu não houve uma ordem formal da hierarquia militar", disse Hamuli.

 

Leia mais em AFP Movel.

registrado em: