Você está aqui: Página Inicial / Internacional / EUA se dizem 'preocupados' com a rapidez do impeachment de Lugo

Internacional

Paraguai

EUA se dizem 'preocupados' com a rapidez do impeachment de Lugo

por AFP — publicado 25/06/2012 18h09, última modificação 06/06/2015 17h29
Fernando Lugo foi derrubado em um processo de impeachment que durou menos de 36 horas
photo_1340650079712-1-0

Victor Nuland durante entrevista em 2007. Foto: Arquivo / Massoud Hossaini / AFP

Os Estados Unidos se declararam nesta segunda-feira 25 "bastante preocupados" com a rapidez do julgamento político do Congresso paraguaio que destituiu na sexta-feira o presidente Fernando Lugo.

"Temos acompanhado muito de perto os acontecimentos e continuamos bastante preocupados com a rapidez do processo utilizado para este julgamento político no Paraguai", disse a jornalistas a porta-voz do Departamento de Estado americano, Victoria Nuland. Washington faz consultas com os outros membros da Organização de Estados Americanos (OEA) para determinar "qual será a reação" junto com seus parceiros na entidade, disse Nuland.

A secretária de Estado, Hillary Clinton, conversou com o colega brasileiro Antonio Patriota a respeito do assunto durante o fim de semana, afirmou a porta-voz. A OEA anunciou uma reunião extraordinária na quarta-feira para analisar possíveis ações diante dos acontecimentos no Paraguai.

Os Estados Unidos têm mantido uma posição mais cautelosa do que os outros países do continente. Vários retiraram seus embaixadores do Paraguai e resistem em reconhecer o governo de Federico Franco, que assumiu na sexta-feira após o impeachment de Lugo.

Leia mais em AFP Móvel.

registrado em: ,