Você está aqui: Página Inicial / Internacional / Estudantes voltam a protestar

Internacional

Chile

Estudantes voltam a protestar

por Agência Brasil publicado 15/09/2011 10h26, última modificação 15/09/2011 11h11
15 mil estudantes ocuparam as principais avenidas de Santiago para cobrar mudanças no sistema educacional do país

Renata Giraldi*

Brasília – O impasse entre o governo do presidente do Chile, Sebastián Piñera, viveu na quarta-feira 14 mais um capítulo. Cerca de 15 mil estudantes ocuparam por algumas horas as principais avenidas de Santiago, a capital chilena, para cobrar mudanças no sistema educacional do país, mais investimentos no setor e garantias de ensino superior público.

Os organizadores da marcha prometeram intensificar as manifestações, se o governo não sinalizar com medidas que atendam às expectativas dos estudantes. De acordo com as autoridades policiais, não houve registros de confrontos nem embates entre manifestantes e forças de segurança.

Há quatro meses, o Chile está sob uma onde de protestos comandada pelos estudantes com o apoio dos professores e várias categorias profissionais. Em uma das manifestações um estudante de 14 anos morreu. Há suspeitas que ele foi atingido por uma bala que saiu de armas de policiais. As investigações ainda não foram concluídas.

No protesto de hoje os manifestantes se concentraram em frente ao prédio da Universidade do Chile, uma das principais do país, e depois seguiram em direção à sede do governo federal, o Palácio de La Moneda.

*Matéria originalmente publicada em Agência Brasil

**Com informações da emissora estatal de televisão do Chile, TVN, e da agência pública de notícias da Argentina, Telam

registrado em: