Você está aqui: Página Inicial / Internacional / Estudantes protestam contra aumento de mensalidade do ensino superior em Londres

Internacional

Inglaterra

Estudantes protestam contra aumento de mensalidade do ensino superior em Londres

por Redação Carta Capital — publicado 10/11/2010 15h09, última modificação 10/11/2010 16h27
Eles acusam o vice-primeiro-ministro Nick Clegg de hipocrisia já que durante a campanha eleitoral ele se dizia contra o aumento da anuidade

Eles acusam o vice-primeiro-ministro Nick Clegg de hipocrisia já que durante a campanha eleitoral dizia ser contra o aumento de anuidade

Centenas de estudantes e professores invadiram na tarde desta quarta-feira 10, a sede do Partido Conservador, em Londres, em protesto contra um projeto de aumento das mensalidades das universidades particulares, que triplicaria o custo anual, e de cortar subsídios universitários na Inglaterra.

O Partido Conservador assumiu o poder em maio, após a renúncia de Gordon Brown, do Partido Trabalhista, e durante a campanha, Nick Clegg, do Partido Liberal Democrata, atual vice-primeiro-ministro, era contra aumento da anuidade no ensino universitário e vem sendo acusado pelos estudantes de “hipocrisia”.

Em todo país ocorriam protestos de forma pacífica, mas em Londres os estudantes invadiram a sede do Partido Conservador, quebraram janelas e destruíram instalações do saguão. Segundo a União Nacional dos Estudantes do país, a manifestação reúne cerca de 50 mil pessoas.

Além de aumentar a taxa anual o governo quer cortar o orçamento para o ensino superior em cerca de 40% e, a partir de 2012, os custos educacionais seriam financiados pelo aumento das anuidades. Segundo informações da BBC Brasil a taxa anual passaria de 3.290 libras (8,9 mil reais) para 6 mil.

A polícia britânica conteve o protesto cerca de uma hora depois da invasão ao prédio. Nove pessoas feridas, entre policiais e manifestantes, foram hospitalizadas.

registrado em: