Você está aqui: Página Inicial / Internacional / Estudantes lideram greve geral

Internacional

Itália

Estudantes lideram greve geral

por Agência Brasil publicado 07/10/2011 11h31, última modificação 07/10/2011 11h31
Manifestações atingem 90 cidades italianas em protesto contra o governo e o pacote de ajustes contra a crise

Por Renata Giraldi*

Estudantes da Itália convocaram para  esta sexta-feira 7 uma greve geral e manifestações em 90 cidades do país. Os manifestantes protestam contra o pacote de ajustes, elaborado pelo governo do primeiro-ministro Silvio Berlusconi. As medidas incluem novos cortes no orçamento e reajustes de tarifas e impostos.

Nesta manhã, vários estudantes desfilaram pelas ruas das principais cidades de Itália, incluindo Roma, Milão, Trieste, Cagliari, Bolonha, Turim e Palermo. Os estudantes gritavam como palavra de ordem: esta crise não é nossa e nós não a pagamos.

Eles fazem críticas também às políticas públicas na área de educação. Em dezembro, estudantes foram às ruas para reclamar da qualidade do ensino no país, e os protestos acabaram em violência por causa dos confrontos entre policiais e manifestantes.

Na lista de reivindicações estão as contratações precárias de novos professores. Segundo a categoria, há sobrecarga de alunos para cada grupo de profissionais. Os sindicatos dos trabalhadores da educação protestam contra os cortes na concessão de bolsas de estudo - cujos fundos foram reduzidos em cerca de 90%.

Os manifestantes italianos seguem o exemplo dos gregos. Nas principais cidades da Grécia, os protestos se tornaram diários. Os ativistas reclamam das medidas de ajuste adotadas pelo governo na tentativa de conter a crise econômica internacional que atinge o país. Há ameaças de demissões e aumento de impostos

registrado em: