Você está aqui: Página Inicial / Internacional / Espanhóis saem às ruas contra medidas de austeridade

Internacional

Crise na Espanha

Espanhóis saem às ruas contra medidas de austeridade

por Agência Brasil publicado 19/06/2011 18h31, última modificação 19/06/2011 18h31
As manifestações foram convocadas por jovens ativistas que se autointitulam "os indignados". Seu slogan: "A Europa para seus cidadãos"

Milhares de manifestantes tomaram hoje (19) as ruas de Madri e de outras cidades espanholas em uma marcha contra o desemprego e as medidas de austeridade pretendidas pelo governo espanhol e outros países europeus. As manifestações foram convocadas por jovens ativistas que se autointitulam "os indignados". Recentemente eles realizaram um protesto de três semanas, durante o qual acamparam no centro da capital espanhola.

Os "indignados" prometeram manter a pressão sobre o governo, usando o slogan "A Europa para seus cidadãos". Eles também rejeitam a proposta conhecida como Europacto, que pretende aumentar a competitividade entre os países da União Europeia (UE). Críticos do Europacto veem a iniciativa como um sinal de cortes de gastos públicos ainda mais severos.

Outro slogan usado pelos manifestantes de Madri é "Não à violência", depois que um protesto realizado na semana passada em Barcelona terminou em confrontos com a polícia. Os "indignados" se concentraram na Praça Netuno, no centro de Madri, próxima ao prédio do Parlamento.

Dezenas de outros protestos foram marcados para este domingo e amanhã (20), em outras cidades espanholas, como Sevilha e Valência.

O desemprego entre a população jovem espanhola chega a 43%. A crise econômica no país deixou mais de 1 milhão de famílias em que todos os integrantes estão desempregados.

registrado em: