Você está aqui: Página Inicial / Internacional / Espanha bate recorde histórico de desempregados

Internacional

Crise

Espanha bate recorde histórico de desempregados

por Vermelho — publicado 30/04/2011 14h39, última modificação 30/04/2011 15h20
No primeiro trimestre do ano, 5 milhões de pessoas estavam sem um posto de trabalho

A Espanha bateu seu recorde histórico de desempregados no primeiro trimestre do não ao registrar cerca de cinco milhões de pessoas sem um posto de trabalho, informou o Instituto Nacional de Estatística (INE).

A cifra representa 21,29 por cento da população economicamente ativa e constitui a mais elevada desde o segundo trimestre de 1997, quando a taxa de desemprego se situou em 21,30 por cento.

Entre janeiro e março o número de desempregados aumentou em 213.500, até alcançar os 4,9 milhões no final desse período.

A taxa de desemprego da Espanha é a mais alta da Europa Ocidental.

Para os sindicatos, a atual situação do mercado de trabalho espanhol começa a pôr em risco a coesão e o equilíbrio social.

O secretário-geral da Central sindical Comissões Obreras, Ignácio Fernández, vaticinou que o número de desempregados alcançaria os cinco milhões no primeiro trimestre.

A reforma trabalhista aprovada pelo governo de José Luis Rodríguez Zapatero "não era a mais adequada nem a mais urgente", pois a falta de postos de trabalho não se resolve modificando leis, disse Fernández.

*Matéria publicada originalmente em Vermelho

registrado em: