Você está aqui: Página Inicial / Internacional / Eleições legislativas são adiadas

Internacional

Egito

Eleições legislativas são adiadas

por Agência Brasil publicado 13/07/2011 13h00, última modificação 13/07/2011 18h58
As informações indicam que a Junta Militar atendeu aos apelos dos agentes de segurança que argumentaram não dispor de condições adequadas até setembro

Por Renata Giraldi

As autoridades do Egito anunciaram nesta quarta-feira 13 que as eleições legislativas no país foram adiadas de setembro para outubro ou novembro. Não há detalhes sobre a mudança na data das eleições. A Junta Militar que governa o país desde a renúncia do então presidente egípcio Hosni Mubarak, em 11 de fevereiro, havia se comprometido a promover as eleições gerais.

As informações não oficiais indicam que a Junta Militar atendeu aos apelos dos agentes de segurança que argumentaram não dispor de condições adequadas para as eleições em setembro. Por esta razão, os policiais pediram para prorrogar o processo eleitoral.

No entanto, o clima de tensão no Egito ainda permanece mesmo cinco meses depois da saída de Mubarak. Os manifestantes retomaram os protestos em todo país a partir da Praça Tahrir, que virou o símbolo da resistência não só no Egito como no mundo muçulmano, por divergências com o governo provisório.

Paralelamente, os críticos de Mubarak aguardam que ele e os dois filhos, Alaa e Gamal, além de colaboradores sejam julgados pela Justiça do Egito por denúncias de violações de direitos humanos cometidos durante os protestos contra o governo no começo deste ano. Os julgamentos estão marcados para a primeira semana de agosto.

*Matéria publicada originalmente em Agência Brasil

registrado em: