Você está aqui: Página Inicial / Internacional / Desemprego na Espanha supera a marca de 5 milhões e segue em alta

Internacional

Eurozona

Desemprego na Espanha supera a marca de 5 milhões e segue em alta

por AFP — publicado 04/03/2013 10h35, última modificação 04/03/2013 10h35
A quarta economia da Eurozona segue amargando o crescimento do desemprego, com alta de 1,19% entre janeiro e fevereiro

MADRI (AFP) - Com 5,04 milhões de desempregados no mês de fevereiro, o índice de pessoas sem trabalho estabeleceu um novo recorde na Espanha, anunciou o ministério do Emprego e Previdência Social.

A quarta economia da Eurozona registrou em fevereiro 59.444 desempregados a mais que em janeiro, o que representa um aumento de 1,19%, segundo os dados trimestrais divulgados pelo ministério.

O desemprego aumentou em todos os setores, começando pelos serviços, com 39.788 desempregados a mais, uma alta de 1,28% em relação a janeiro.

O ministério destaca, no entanto, que este é o menor aumento em um mês de fevereiro desde 2008. O número de desempregados na Espanha voltou a subir em janeiro (+2,72%), após uma leve queda em dezembro (-1,2%).

Em ritmo anual, o ministério registrou 328.124 desempregados a mais (+6,96%), atingindo um recorde histórico de 5.040.222 pessoas sem trabalho.

Os dados do ministério são diferentes dos publicados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), que utiliza um método de cálculo distinto e serve de referência.

Segundo o INE, a taxa de desemprego bateu recorde em dezembro, a 26,02% da população ativa, o que afeta 5.965.400 pessoas.

registrado em: