Você está aqui: Página Inicial / Internacional / Corpo encontrado na Nova Zelândia é de estudante brasileiro, diz Itamaraty

Internacional

Morte

Corpo encontrado na Nova Zelândia é de estudante brasileiro, diz Itamaraty

por Agência Brasil publicado 20/08/2012 11h43, última modificação 06/06/2015 18h18
João Felipe Martins de Melo, de 17 anos, estava desaparecido desde o início do mês

O Ministério das Relações Exteriores confirmou nesta segunda-feira 20 que o corpo encontrado no domingo 19, na Nova Zelândia, é do estudante brasileiro João Felipe Martins de Melo, de 17 anos. O estudante desapareceu há 13 dias com um colega e o instrutor de escalada no Parque de Paritutu, na cidade de New Plymouth. O brasileiro e os neozelandeses caíram no mar.

As autoridades da Nova Zelândia informaram oficialmente nesta segunda a Embaixada do Brasil no país que o corpo do estudante foi localizado e identificado. A embaixada presta apoio à família de Melo para o transporte do corpo para o Brasil. Não há por enquanto informações sobre quando o corpo chegará ao país.

O estudante fazia intercâmbio na Nova Zelândia há um ano e a família dele mora no Ceará. Melo e um estudante neozelandês escalavam a Pedra de Paritutu quando caíram, um instrutor que os guiava pulou no mar para tentar salvá-los. As buscas para tentar localizar o estudante neozelandês e o instrutor serão retomadas hoje, segundo as autoridades.

O brasileiro fazia parte de um grupo com 11 estudantes do Spotswood College, uma escola local, e estava acompanhado por dois instrutores. O local escolhido para o passeio é procurado por turistas que apreciam aventuras e paisagens selvagens, mas é considerada uma área perigosa.

registrado em: ,