Você está aqui: Página Inicial / Internacional / Conflitos na Síria deixam mais de 100 mortos

Internacional

Oriente Médio

Conflitos na Síria deixam mais de 100 mortos

por Redação Carta Capital — publicado 01/08/2011 11h17, última modificação 01/08/2011 11h17
Tropas de segurança do governo de Bashar al-Assad reprimiram violentamente manifestações de opositores na cidade de Hama, no domingo 31

O exército sírio voltou a se movimentar na cidade de Hama na segunda-feira 1º, um dia após tanques e as forças de segurança do governo entrarem em um violento confronto com opositores do governo do presidente Bashar al-Assad. Segundo organizações internacionais, ao menos 130 pessoas foram mortas no domingo 31, em todo o país.

Segundo o site da emissora de televisão americana CNN, houve registro de artilharia pesada por cerca de 20 minutos no retorno das tropas à cidade. No domingo, o exército sírio teria alvejado deliberadamente pessoas que tentavam ajudar os feridos nas manifestações em Hama, inclusive funcionários de um hospital da região.

A Agência de Notícias Árabe Síria, informou que as tropas estavam respondendo a grupos armados na cidade que bloqueavam ruas com barricadas e aterrorizavam a população atirando de telhados.

Sanções

Após os conflitos do fim de semana, a União Européia decidiu aprovar na segunda-feira 1º a quarta rodada de sanções contra a Síria. O alvo são cinco pessoas do governo que lideraram a repreessão contra os opositores. As medidas já alcançaram, ao todo, 30 pessoas ligadas ao regime, inclusive Bashar al-Assad. Elas tiveram os recursos congelados e não podem, por exemplo, entrar na Europa.

registrado em: