Você está aqui: Página Inicial / Internacional / Cinzas de novo vulcão na Islândia ameaçam vôos no Reino Unido

Internacional

Natureza

Cinzas de novo vulcão na Islândia ameaçam vôos no Reino Unido

por Redação Carta Capital — publicado 23/05/2011 16h43, última modificação 24/05/2011 09h58
Grimsvötn entrou em erupção no domingo 22; nuvens de fumaça devem atingir a Escócia nesta segunda-feira 22
Europa sob cinzas novamente

Grimsvötn entrou em erupção no domingo 22, lançando até o momento mais de 20 quilômetros de fumaça na atmosfera; cinzas devem atingir a Escócia nesta segunda-feira 22. Foto: AFP

Desde domingo 22, o vulcão islandês Grimsvötn está em erupção, tendo despejado 20 quilômetros de cinzas na atmosfera. Essa fumaça pode causar novos problemas para as companhias aéreas européias, já que deve alcançar o espaço areão da Escócia na madrugada desta segunda-feira 23 e a Inglaterra até o fim da semana, dependendo da direção do vento.

As autoridades aéreas britânicas informaram que, caso o espaço aéreo inglês, da Irlanda e o Atlântico sejam afetados, vôos transatlânticos - chegando ou partindo - podem sofrer atrasos e as rotas dos aviões devem ser desviadas das nuvens mais densas.

De novo?

Em abril de 2010, as cinzas da erupção do vulcão Eyjafjallajökull, também na Islândia, provocaram o fechamento do espaço aéreo europeu por seis dias. Milhares de vôos tiveram que ser cancelados, causando um caos nos transportes e gerando um prejuízo estimado em R$ 340 milhões por dia para as companhias aéreas do continente.

No entanto, as autoridades afirmam que, mesmo em uma situação semelhante a do ano passado, os prejuízos e transtornos devem ser cerca de 75% menores, devido a novos procedimentos de operação. No último ano, os aviões deviam pousar se houvesse qualquer cinza vulcânica no ar, mas agora podem voar se provarem tecnicamente que há segurança para enfrentar as cinzas.

As nuvens de fumaça terão sua densidade e localização identificada pelo centro de metereologia britânico, com ajuda de imagens de satélites, balões e radares especialmente instalados para os acontecimentos de 2010, na Islândia.

A densidade será considerada baixa caso atinja dois gramas de poeira por dez metros cúbicos, média (dois a quatro gramas por dez metros cúbicos) e alta (acima de quatro gramas). Os aeroportos que podem ser atingidos no Reino Unido já se preparam para redução de vôos e aguardam orientações do controle aéreo europeu.

registrado em: