Você está aqui: Página Inicial / Internacional / Cerco se fecha contra Khadafi, diz oposição

Internacional

Líbia

Cerco se fecha contra Khadafi, diz oposição

por Agência Brasil publicado 17/08/2011 18h44, última modificação 18/08/2011 11h08
O presidente do Conselho Nacional de Transição da Líbia desmentiu a possibilidade de negociar com o governo Khadafi sem que ele renuncie

O presidente do Conselho Nacional de Transição da Líbia, órgão político da oposição com sede na cidade de Benghazi (no Leste), Mustapha Abdeljalil, disse nesta quinta-feira 18 que o cerco se fecha em torno da capital do país, Trípoli. Segundo ele, a oposição teme um massacre em Trípoli por causa da resistência do presidente líbio, Muammar Khadafi, em deixar o poder. As informações são da Agência Lusa.

“O cerco se fecha em torno de Trípoli a partir das montanhas do Ocidente, em Sorman, em Zawiyah e no lado Leste da capital”, disse Abdeljalil. Perguntado sobre os confrontos em Trípoli, Abdeljalil acrescentou que teme “uma verdadeira matança devido ao comportamento de Khadafi”.

Abdeljalil disse que espera comemorar o Eid Al Fitr - festa que assinala o fim do jejum muçulmano do Ramadã no final deste mês - em Trípoli. Segundo ele, a oposição mantém como requisito para as negociações a renúncia de Khadafi e a saída dos filhos dele do poder.

O presidente do Conselho Nacional de Transição da Líbia desmentiu a possibilidade de negociar com o governo Khadafi sem que ele renuncie, mesmo que sejam feitas aproximações indiretas.

*Matéria publicada originalmente na Agência Brasil

registrado em: