Você está aqui: Página Inicial / Internacional / Cenário indefinido na eleição peruana

Internacional

Peru

Cenário indefinido na eleição peruana

por Blog Tijolaço — publicado 31/03/2011 16h35, última modificação 31/03/2011 16h44
As pesquisas apontam um empate virtual entre os três principais candidatos para o pleito, a ser realizado no dia 10 de abril. Por Brizola Neto

Por Brizola Neto

A nossa imprensa não publica quase nada,  mas um dos mais importantes vizinhos latinoamericanos, o Peru, enfrenta no dia 10 de abril eleições presidenciais este ano completamente indefinidas.

As pesquisas apontam um empate virtual entre os três principais candidatos.

Alejandro Toledo, ex-presidente, Ollanta Umalla, que perdeu a eleição no 2º turno para o atual presidente, Alan Garcia, e a filha de Alberto Fujimori, Keiko, estão virtualmente empatados nas pesquisas realizadas até agora.

Toledo, segundo a pesquisa do instituto IMA, teria 23.9% das intenções de votos, 3%  a menos que na pesquisa anterior, e Umalla aparece em segundo, com 21.9% qundo no levantamento anterior tinha  16.4%. Keiko Fujimori aparece em terceiro, com 17.6%, contra  19.1% na pesquisa anterior.

Outro instituto , o IPSOS, aponta Ollanta como líder, com 21% (antes 17%) e Toledo em segundo,com 20% (tinha antes 23%)  e Keiko Fujimori estável em 19%.

Pedro Paulo Kuczynski,que subiu  de 14.9% para 16.9%, foi ministro de Toledo, mas defende uma política nacionalista e não se descarta a possibilidade de que apóie Umalla num segundo turno.

Toledo, preocupado com a queda, diz que Umalla é o candidato de Hugo Chávez.

* Matéria publicada originalmente em Tijolaço

registrado em: