Você está aqui: Página Inicial / Internacional / Brasileira menor de idade frequentava festas de Berlusconi

Internacional

Itália

Brasileira menor de idade frequentava festas de Berlusconi

por Redação Carta Capital — publicado 27/01/2011 17h17, última modificação 27/01/2011 17h25
Jornal italiano revela que a brasileira chamava o premier de “papa” e que tinha horários marcados para ele na agenda

Jornal italiano revela que a brasileira chamava o primeiro ministro de “papa” e que tinha horários marcados para ele na agenda

As revelações sobre as noitadas do premier da Itália, Silvio Berlusconi, parecem não ter fim. Desta vez, o jornal italiano La Repubblica, informou que uma brasileira menor de idade teria participado de festas promovidas por Berlusconi. A informação foi vazada do segundo sumário de investigações sobre os escândalos envolvendo Berlusconi, enviado ao Parlamento pela Promotoria de Milão nesta quinta-feira 27.

Segundo o jornal, a brasileira é Iris Berardi que agora tem 19 anos. Na batida policial feita na casa dela foi encontrado um celular com 30 ligações para a casa do primeiro-ministro em Arcore, perto de Milão, e outra em Porto Rotondo, na Sardenha, em 2009. De acordo com a reportagem, foram encontrados na agenda da garota oito horários marcados para o primeiro-ministro e, também, a soma de valores recebidos.

Os promotores de Milão enviaram documentos ao comitê parlamentar que se somam aos argumentos para o pedido de busca em algumas propriedades em nome de Berlusconi. Mass como membro da Câmara dos Deputados, ele tem imunidade parlamentar – o que impede sua prisão e investigações criminais. Ainda nesta quinta-feira pode haver uma autorização para as buscas, mas isso depende da decisão do comitê.

Desde novembro, quando vieram a público os escândalos sexuais envolvendo o primeiro-ministro italiano, a marroquina Karima El Mahroug era a única menor de idade envolvida nas investigações sobre o caso.

registrado em: