Você está aqui: Página Inicial / Internacional / Brasil vai apoiar todas as medidas adotadas pela ONU em relação à Líbia, diz porta-voz

Internacional

Líbia

Brasil vai apoiar todas as medidas adotadas pela ONU em relação à Líbia, diz porta-voz

por Agência Brasil publicado 04/03/2011 10h36, última modificação 04/03/2011 10h36
Sobre a proposta do presidente venezuelano de formar um grupo de países para mediar uma solução para o conflito na Líbia, o porta-voz disse que até agora não houve contato da presidenta Dilma Rousseff com o colega Hugo Chávez. Por Luciana Lima

Por Luciana Lima

Brasília - O governo brasileiro comunicou nesta quinta-feira 3 que vai apoiar “todas as medidas que forem adotadas no âmbito da Organização das Nações Unidas [ONU]” em relação à Líbia, país do Norte de África, que vive uma onda de manifestações populares contra o regime de Muammar Khadafi, no poder há quase 42 anos. A decisão foi anunciada pelo porta-voz da Presidência da República, Rodrigo Baena. Indagado se esse apoio incluiria até mesmo ações armadas, Baena respondeu: "em todas as situações".

Sobre a proposta do presidente venezuelano de formar um grupo de países para mediar uma solução para o conflito na Líbia, o porta-voz disse que até agora não houve contato da presidenta Dilma Rousseff com o colega Hugo Chávez.

Mais cedo, a presidenta Dilma Rousseff, disse que a crise na Líbia ainda não afeta as reservas internacionais de petróleo, mas reconheceu que a instabilidade na região causa “turbulências” entre os investidores brasileiros que mantêm negócios com os líbios.

Desde o último dia 15, manifestantes favoráveis e contrários ao governo de Muammar Khadafi se enfrentam no país. Mais de 300 brasileiros que trabalhavam na Líbia já deixaram o país desde o início dos conflitos.