Você está aqui: Página Inicial / Internacional / Ben Ali é condenado a 15 anos de prisão por tráfico

Internacional

Tunísia

Ben Ali é condenado a 15 anos de prisão por tráfico

por Redação Carta Capital — publicado 04/07/2011 17h17, última modificação 04/07/2011 17h17
O presidente destituído pela mobilização popular no início do ano foi sentenciado por traficar drogas, armas e artefatos arqueológicos. Ben Ali já havia sido condenado a 35 anos e passará por novos julgamentos em dezembro pela morte de civis em manifestações

O ex-presidente da Tunísia Zine El Abidine Ben Ali foi sentenciado a 15 anos de prisão nesta segunda-feira 4. Em julgamento na própria Tunísia, Ben Ali foi condenado por tráfico de drogas, armas e artefatos arqueológicos.

O presidente do julgamento, Touhmi Hafi considerou Ben Ali como fugitivo. Além de prisão, o político também foi condenado à pagar uma fiança de 72 mil dólares.

Em 20 de junho, um veredicto havia sentenciado Ben Ali e sua mulher Leila Trabelsi a 35 anos de prisão por desapropriar fundos públicos. Seus advogados pediram que o julgamento fosse adiado, mas o pedido foi negado. Em contrapartida, os advogados decidiram boicotar a sessão, afirmando que o direito de defesa havia sido contrariado. O casal encontra-se exilado na Arábia Saudita.

Ben Ali se manteve por 20 anos no poder do país até ser deposto em 14 de janeiro pela revolução que iniciou a primavera árabe. Em dezembro, ele deve ser julgado pela morte de 300 civis durante as manifestações.

registrado em: