Você está aqui: Página Inicial / Internacional / Ataques no Afeganistão deixam 47 mortos

Internacional

Atentado

Ataques no Afeganistão deixam 47 mortos

por AFP — publicado 16/04/2012 08h58, última modificação 16/04/2012 10h40
Foi o mais violento ataque sofrido na capital afegã desde que os talibãs foram expulsos na invasão americana promovida em 2001
ataque cabul

O ataques foram lançados contra alvos governamentais, alvos militares estrangeiros e embaixadas. Foto: ©AFP / Massoud Hossaini

No total, 36 talibãs morreram ao realizar no domingo uma onda de ataques no Afeganistão, afirmou nesta segunda-feira o ministro do Interior, Bismillah Mohamadi.

Estes ataques foram lançados contra alvos governamentais, alvos militares estrangeiros e embaixadas na capital e em três províncias, e terminaram 17 horas depois, no início desta segunda-feira, quando as forças de segurança afegãs investiram contra seus últimos bastiões em Cabul.

Oito membros das forças de segurança afegãs e três civis também morreram, acrescentou Mohamadi.

Cerca de 40 membros das forças de segurança afegãs e 25 civis foram feridos, indicou um ministro. Um militante foi capturado em Jalalabad, acrescentou.

Por sua vez, o departamento de polícia de Cabul disse que um aspirante a camicase foi capturado nesta segunda-feira na área de Pul i Charki da capital, um bairro onde há várias instalações militares da Otan. Segundo esta fonte, o militante queria atacar um alvo em Cabul.

Os talibãs reivindicaram os ataques lançados no domingo, afirmando que se tratava do início de sua "ofensiva de primavera".

O chefe da polícia de Cabul, Mohamad Ayoub Salangi, disse à AFP que cerca de 40 civis que foram tomados como reféns em um edifício perto do Parlamento no domingo foram libertados durante a noite.

O ataque em Cabul foi o mais violento sofrido na capital afegã em dez anos de guerra, desde que os talibãs foram expulsos do poder em uma invasão dirigida pelos Estados Unidos, no fim de 2001.

registrado em: