Você está aqui: Página Inicial / Internacional / Assembleia aprova resolução que critica fracasso na Síria

Internacional

ONU

Assembleia aprova resolução que critica fracasso na Síria

por AFP — publicado 03/08/2012 15h44, última modificação 03/08/2012 15h44
O texto foi proposto pelo governo da Arábia Saudita e condenou o uso de armas pesadas e bombardeios indiscriminados por parte do governo de Assad
bankin

O secretário-geral da ONU discursa antes da votação de uma resolução sobre a Síria Foto: AFP/Getty Images / Mario Tama

NOVA YORK, EUA (AFP) - A Assembleia Geral das Nações Unidas aprovou nesta sexta-feira 3 uma resolução que critica o fracasso do Conselho de Segurança em sua atução no conflito na Síria e condena o governo sírio pelo uso de armas pesadas.

A resolução, proposta pelo governo da Arábia Saudita com apoio árabe e ocidental, foi aprovada por 133 votos, com 12 países contra e 33 abstenções.

Os integrantes da Assembleia criticaram "o fracasso do Conselho de Segurança de alcançar medidas" para obrigar o regime sírio a aplicar as resoluções da ONU para pôr fim a 18 meses de conflito.

Rússia e China vetaram em três ocasiões as resoluções do Conselho que ameaçam impor sanções a Damasco.

O texto também condenou o uso das autoridades sírias de armas pesadas, incluindo bombardeio indiscriminado de tanques e helicópteros e pediu que o governo do presidente Bashar al Assad se abstenha de utilizar armas químicas.

Antes da votação, o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, pediu às grandes potências que superem suas rivalidades e encontrem um terreno de entendimento para pôr fim ao conflito na Síria, que, segundo ele, virou "uma guerra de poderes".

"Os interesses imediatos do povo sírio devem prevalecer sobre as rivalidades ou as lutas de influência", declarou Ban.

O chefe da ONU assegurou que os atores regionais e internacionais estão "armando um bando ou ao outro", enquanto os combates entre o exército e os rebeldes se intensificaram nas últimas semanas em Damasco e Aleppo (norte).

registrado em: , ,