Você está aqui: Página Inicial / Internacional / Assad realiza ofensiva e rebeldes denunciam chacina

Internacional

Zoomin.TV

Assad realiza ofensiva e rebeldes denunciam chacina

por Redação Carta Capital — publicado 27/08/2012 11h14, última modificação 28/11/2012 16h39
Segundo ativistas sírios, cerca de 300 pessoas morreram nos arredores de Damasco, vítimas da última ofensiva militar

A oposição ao ditador da Síria, Bashar al-Assad, afirmou nesta segunda-feira 27 que mais 14 corpos foram encontrados em Daraya, cidade nos arredores da capital, Damasco, ampliando o número de vítimas de um massacre que, segundo os oposicionistas, foi causado por forças leais a Assad e deixou pelo menos 300 mortos. Também nesta segunda, foram divulgados vídeos que mostram o que seriam os corpos de algumas das vítimas.

No domingo 26, Assad declarou, em sua primeira aparição desde julho, que está determinado em acabar com o que definiu como "complô estrangeiro" contra seu país. "O povo sírio não permitirá que essa conspiração atinja seus objetivos. O que está acontecendo agora não é dirigido apenas à Síria, mas à toda região", disse Assad ao receber um enviado do Irã em Damasco.

De acordo com os ativistas, mais de 20 mil pessoas morreram em 17 meses de conflito na Síria.

Assista ao vídeo da Zoomin.TV:

Com informações da AFP.