Você está aqui: Página Inicial / Internacional / Arábia Saudita ameaça desenvolver armas nucleares

Internacional

Tensão

Arábia Saudita ameaça desenvolver armas nucleares

por Redação Carta Capital — publicado 29/06/2011 17h44, última modificação 29/06/2011 17h44
Segundo o príncipe Turki al-Faisal, antigo chefe de inteligência saudita, se o Irã desenvolver arsenal nuclear, seu reino e todas os demais países da região farão o mesmo

O príncipe Turki al-Faisal, antigo chefe de inteligência saudita, alertou altos militares da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) que a existência de armas nucleares no Irã obrigaria a Arábia Saudita a adotar políticas que “podem levar a consequências possivelmente dramáticas".

Essa não é a primeira vez que o país faz menção em desenvolver armas nucleares caso o Irã as tenha. Segundo telegramas diplomáticos obtidos pelo site WikiLeaks e publicados pelo jornal britânico The Guardian, em 2008 o rei Abdullah, no comando da Arábia Saudita há seis anos, alertou os EUA que os países do Oriente Médio tomariam a mesma atitude que o Irã.

Cruzada

Diplomatas sauditas e oficiais lançaram uma campanha nas últimas semanas para juntar forças regionais e globais contra o Irã, temendo que o país esteja explorando a Primavera Árabe para ganhar influência na região e na própria Arábia.

De acordo com Turki al-Faisal, o Irã intervém no Iraque, Líbano, Síria e Bahrein, sendo que no último, teria mobilizado manifestações de xiitas contra sunitas, ação que preocupa a Arábia Saudita, onde 15% da população é dessa etnia.

Oficiais sauditas declararam que o Irã está usando a ideologia para “penetrar na península arábica da mesma forma que Al Qaeda”.

registrado em: