Você está aqui: Página Inicial / Internacional / Al Qaeda confirma morte de Bin Laden

Internacional

"Guerra ao Terror"

Al Qaeda confirma morte de Bin Laden

por Agência Brasil publicado 06/05/2011 15h27, última modificação 06/05/2011 15h28
Aliados da rede terrorista prometem vingar a morte do líder da Al Qaeda. Houve manifestações no Iêmen, Paquistão e Arábia Saudita

Renata Giraldi, da Agência Brasil

A rede Al Qaeda confirmou nesta sexta-feira (06/05) a morte do seu líder e fundador, Osama Bin Laden. A confirmação ocorreu cinco dias depois de o presidente norte-americano, Barack Obama, anunciar publicamente a morte de Bin Laden. A operação ainda é cercada de polêmicas e críticas. As Nações Unidas cobram explicações das autoridades norte-americanas.

A manifestação da Al Qaeda ocorreu por meio de uma declaração, divulgada na internet. O comunicado é citado pelo centro norte-americano de vigilância de sites muçulmanos.

O líder foi morto por forças especiais dos Estados Unidos que invadiram a mansão onde ele morava com a família, em Abbottabad, a 100 quilômetros de Islamabad, capital do Paquistão. Os norte-americanos chegaram ao esconderijo de Bin Laden por meio de depoimentos, sendo que alguns foram obtidos com o uso de tortura, o que é condenado pelo direito internacional.

De acordo com as autoridades paquistanesas, a operação foi feita sem autorização do governo do país. Há uma série de informações desencontradas envolvendo o tema. Uma das três mulheres de Bin Laden, que estava ao lado dele no momento do ataque à mansão no Paquistão, ficou ferida por um tiro na perna.

Grupos de muçulmanos prometem vingar a morte do líder da Al Qaeda. Houve manifestações em vários países, como o Iêmen, o Paquistão e a Arábia Saudita. O governo dos Estados Unidos emitiu um comunicado pedindo que os cidadãos norte-americanos aumentem a cautela e a segurança neste momento político.

registrado em: