Você está aqui: Página Inicial / Internacional / Adversário pede fim de "ódios e boatos" sobre Hugo Chávez

Internacional

Venezuela

Adversário pede fim de "ódios e boatos" sobre Hugo Chávez

por Agência Brasil publicado 02/01/2013 14h19, última modificação 02/01/2013 14h19
"Vamos passar a energia positiva para construir e não destruir", pede Henrique Capriles pelo Twitter
capriles

Capriles fez um apelo à população venezuelana pelo Twitter: que cessem os boatos e o ódio sobre Hugo Chávez

Renata Giraldi*
Repórter da Agência Brasil

Brasília - O principal opositor do governo da Venezuela, Henrique Capriles, governador reeleito do  estado Miranda, pediu aos aliados que não promovam "boatos nem ódio" em relação ao estado de  saúde do presidente venezuelano, Hugo Chávez. Capriles lembrou que Chávez, pós-operado de uma cirurgia para a retirada de um tumor maligno, vive um momento "delicado".

 

Capriles usou sua conta na rede social no Twitter para enviar a mensagem aos correligionários. “Trabalhar em conjunto é mais fácil de conseguir a vitória. Não vamos promover boatos nem ódio. [Vamos promover] o amor ao próximo. Vamos passar a energia positiva para construir e não destruir", ressaltou ele.

Em outubro, Capriles disputou as eleições presidenciais com Chávez e perdeu. A posse do presidente reeleito está marcada para o dia 10. Desde o dia 11 de dezembro, Chávez está em Cuba para o tratamento de combate ao câncer.

A possibilidade de Chávez não comparecer à cerimônia de posse presidencial, no dia 10, abriu o debate no país sobre a hipótese de adiar a cerimônia. Não há consenso sobre o tema e o assunto ainda não foi solucionado.

 

*Com informações da Agência Brasil e da agência pública de notícias do Equador, Andes.

registrado em: ,