Você está aqui: Página Inicial / Educação / Unifesp tem condições de seguir em Guarulhos, diz entidade

educação

Educação

Unifesp tem condições de seguir em Guarulhos, diz entidade

por Redação Carta Capital — publicado 06/08/2012 17h37, última modificação 06/08/2012 17h37
O posicionamento é do Conselho de Assuntos Estudantis (CAE) da Universidade Federal de São Paulo

Leia abaixo o posicionamento do Conselho de Assuntos Estudantis da Unifesp :

O Conselho de Assuntos Estudantis (CAE) da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), em reunião ordinária realizada dia 6 de agosto de 2012, aprovou, por unanimidade, a presente moção pela permanência do campus Guarulhos da Unifesp no Bairro dos Pimentas tendo em vista que:
- Guarulhos, segunda maior cidade do estado de São Paulo, tem todas as condições de ter um campus da Unifesp no bairro dos Pimentas;
- A instalação do campus da Unifesp no bairro dos Pimentas em Guarulhos é fruto de uma grande luta dos movimentos sociais do bairro;
- Recentemente foi anunciado o início do processo de desapropriação de um terreno em frente ao campus com intuito de viabilizar o projeto e a construção da residência universitária do campus e de uma creche para a comunidade, o que configura uma conquista e um avanço importante na política de permanência estudantil;
- É viável, por meio do empenho do poder público, a melhoria das condições de acesso por transporte público ao campus;
- As dificuldades e deficiências estruturais do campus não são decorrentes de sua localização.
Certo de estar contribuindo com o debate, o CAE também apoia o ato pela permanência da Unifesp no Bairro dos Pimentas agendado para às 15 horas do dia 24 de agosto.
 
Cordialmente,
Luiz Leduíno de Salles Neto
Presidente do Conselho de Assuntos Estudantis da Unifesp
Pró-reitor de Assuntos Estudantis