Você está aqui: Página Inicial / Educação / MEC reconhece erro ao eliminar candidata do Enem

educação

Exame Nacional do Ensino Médio

MEC reconhece erro ao eliminar candidata do Enem

por Agência Brasil publicado 08/11/2012 13h58, última modificação 08/11/2012 13h58
A aluna foi confundida com uma candidata homônima que postou fotos do exame

Heloisa Cristaldo
Repórter da Agência Brasil

Brasília - O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, reconheceu nesta quinta-feira 8 que a estudante Jaqueline Chen foi desclassificada por engano do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deste ano. A aluna fez a prova na cidade de São Paulo e foi confundida com uma candidata homônima, de Mogi das Cruzes (SP), que divulgou uma imagem do exame em redes sociais durante a realização da prova, no sábado (4).

Mercadante ligou para a mãe da aluna de São Paulo e assegurou que Jaqueline poderá fazer a prova em dezembro, quando o Enem 2012 será aplicado em unidades prisionais e socioeducativas.

A candidata que postou imagem da prova foi eliminada no domingo (4), quando o MEC identificou o problema.

Ao todo, foram eliminados 65 alunos que postaram imagens digitais nos dois dias de realização da prova. No primeiro dia de prova, 37 candidatos foram eliminados. No segundo, mais 28 candidatos postaram imagens e também foram excluídos do Enem. Os casos foram registrados em vários estados do país.

 

*Matéria originalmente publicada na Agência Brasil