Você está aqui: Página Inicial / Educação / 'Ensino Técnico: Uma Necessidade para o País'

Carta na Escola

Seminário

'Ensino Técnico: Uma Necessidade para o País'

por Redação Carta Capital — publicado 11/11/2011 09h10, última modificação 11/11/2011 14h28
Acompanhe ao vivo a transmissão do seminário sobre ensino técnico com o ministro da Educação, Fernando Haddad, promovido por CartaCapital

A revista CartaCapital promove neste momento o seminário “Ensino Técnico: Uma Necessidade para o País, uma alternativa para os jovens”. Quem abriu o evento, pela manhã, foi o ministro da Educação, Fernando Haddad. O evento, organizado pelas revistas CartaCapital, Carta na Escola e Carta Fundamental, integra a série “Diálogos Capitais”, que debate temas de interesse nacional. A proposta do debate é discutir a importância do ensino técnico para o Brasil e seus rumos para os próximos anos.

O ministro Haddad fez a abertura do evento com o tema “O Ensino Técnico como Prioridade de Governo”. Estiveram no local o presidente do Conselho Nacional do Sesi, Jair Meneguelli, o secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia do Estado de São Paulo, Paulo Alexandre Barbosa e o professor colaborador do IE-Unicamp e membro do Centro de Estudos Sindicais e Economia do Trabalho da Unicamp – CESIT, Waldir Quadros.

O debate é dividido em duas mesas. A primeira, no período da manhã, com o tema “O ensino técnico no Brasil e seu papel para o crescimento do país”, discutiu quais os setores da economia têm maior demanda e quais áreas estratégicas em que já há carência de profissionais qualificados.
No período da tarde, após a palestra “O Prominp e as carreiras técnicas na cadeia de petróleo e gás”, ministrada por José Renato Ferreira de Almeida, coordenador executivo do Prominp (Programa de Mobilização da Indústria Nacional de Petróleo e Gás Natural), os convidados debatem o ensino técnico como alternativa de futuro para os jovens e a necessidade de expandir a oferta de vagas e o respeito às características e diferenças regionais.

Foram convidados para debater nas mesas do evento Eliezer Moreira Pacheco, secretário de Educação Profissional e Tecnológica do Ministério da Educação; José Renato Ferreira de Almeida, coordenador executivo do Prominp; Cláudio Ricardo Gomes de Lima, presidente do Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica; Gabriel Grabowski, professor e assessor de assuntos institucionais da FEEVALE; Celso João Ferretti, professor da Universidade de Sorocaba; Flávio Antônio dos Santos, diretor-geral do CEFET de Minas Gerais; Pedro Carlos Valcante, pres. do Sindicato dos Técnicos Industriais de Nível Médio de São Paulo e Antonio José Domingues de Oliveira Santos, pres. da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo.