Você está aqui: Página Inicial / Educação / Dante, craque em campo e fora dele

Educação

Aldeias Infantis

Dante, craque em campo e fora dele

por Redação — publicado 02/06/2014 17h59, última modificação 03/06/2014 10h46
O zagueiro do Bayern de Munique e do Brasil é embaixador da Aldeias Infantis. Conheça a entidade sem fins lucrativos e a campanha Infâncias Desaparecidas
Arquivo da Aldeias Infantis SOS Brasil
Dante

Dante durante visita em Lauro de Freitas

* Reportagem integrante a campanha Infâncias Desaparecidas

O zagueiro Dante, que nesta terça-feira será titular no amistoso do Brasil contra o Panamá, em Goiânia, é um dos vários atletas da seleção brasileira cujo início da carreira foi marcado por falta de estrutura e problemas financeiros. Estrela do Bayern de Munique e parceiro de dois dos mais caros zagueiros da história, David Luiz e Thiago Silva, Dante não esquece as dificuldades.

Uma das formas escolhida por Dante para dar a crianças um caminho menos difícil é seu trabalho como embaixador da Aldeias Infantis de Lauro de Freitas, na região metropolitana de Salvador. O jogador, que foi vizinho da Aldeias Infantis no passado, veste hoje a camisa da entidade sem fins lucrativos na defesa dos direitos das crianças e adolescentes. “Eu venho de uma família modesta. É por isso que estou feliz e orgulhoso de ser um embaixador da Aldeias Infantis”, diz o zagueiro. “Cresci em uma área muito pobre. Minha infância foi difícil, como foi para a maioria das crianças nessa área. Nós não podíamos comprar muitas coisas que queríamos, mas toda a família se reuniu e trabalhou duro para ajudar uns aos outros”.

Dante conta que conheceu a organização em 2010. Um torcedor pediu que ele assinasse uma camisa para que fosse colocada em leilão. O dinheiro seria enviado para a Aldeias Infantis em Lauro de Freitas. “Eu pensei comigo: ‘Tenho que saber mais sobre essa organização’. Na primeira oportunidade, fui lá pessoalmente, e imediatamente eu queria ajudar aquelas crianças.”

Em julho, durante a Copa das Confederações, Dante visitou as instalações das Casas Lares e brincou com as crianças do Programa da Bahia. “Aqui encontrei pessoas sérias e corretas. Tenho um grande prazer em apoiar este projeto para quem sabe poder oferecer um futuro melhor para estas crianças que têm grandes necessidades, além de também incentivar as pessoas a ajudarem”, afirmou o jogador.