Você está aqui: Página Inicial / Economia / Venezuela supera Arábia Saudita em reservas de petróleo

Economia

Ranking

Venezuela supera Arábia Saudita em reservas de petróleo

por Redação Carta Capital — publicado 20/07/2011 14h48, última modificação 20/07/2011 14h51
País sula-americano possuí 296 bilhões de barris em reservas frente a 265 dos sauditas. Mesmo assim, árabes ainda lideram com folga extração de óleo mundial

Relatório anual divulgado pela OPEP (Organização dos Países Exportadores de Petróleo) informou que a Venezuela ultrapassou a Arábia Saudita e tornou-se o país com a maior reserva de petróleo comprovada do planeta. O país sul-americano tem, com base em dados referentes ao ano passado, 296,5 bilhões de barris de petróleo em reservas (crescimento de 40% em relação a 2009). Já a Arábia Saudita, segundo dados de 2010, possui 264,5 bilhões de barris, seguida por Irã e Iraque, terceira e quarta maiores reservas, respectivamente.

Apesar de as maiores reservas serem venezuelanas, os sauditas continuam sendo os principais produtores do petróleo, com uma extração superior a oito milhões de barris por dia. A Venezuela, por sua vez, prospecta 2,8 milhões de barris diariamente. Além do mais, a maioria do petróleo do país está concentrada na Bacia do Orinoco, com extração mais cara e difícil por tratar-se de óleo pesado.

A organização de países produtores também registrou um crescimento de 12,1% nas reservas de petróleo bruto de todos os seus membros, totalizando 1,193 trilhão de barris (81,3% das reservas mundiais comprovadas).

América Latina

Outro membro da OPEP no continente, o Equador possui mais de sete bilhões de barris em reserva, um crescimento de 10% em relação ao ano anterior. O relatório também citou o Brasil e o México, que, com 12,8 bilhões de barris e 11,6 bilhões, respectivamente, são os países não-membros da OPEP com maiores reservas na América Latina.